Alamanaqueiras: ou não queiras.

Alamanaqueiras: ou não queiras.

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

seria cômico se não fosse trágico

Mulher alérgica ao marido não pode ficar perto dele

Reprodução/Facebook
Um caso inusitado tem chamado a atenção de diversas pessoas e da comunidade científica. Uma mulher de 29 anos desenvolveu alergia ao marido. Desde então, estar no mesmo ambiente que ele faz com que ela apresente os sintomas de uma severa alergia.
Johanna não pode fazer coisas simples como beijar ou abraçar o marido. Atualmente, a jovem e Scott dormem em quartos separados. Para conseguirem lidar com a distância, eles assistem aos mesmos programas de televisão e trocam mensagens sobre eles.
Os primeiros sinais apareceram quando Johanna passou a tossir ao ficar próxima ao marido. Antes disso, ela sentia apenas enxaqueca os efeitos da síndrome do cólon irritável.
“Foi terrível perceber que a realidade não funcionaria”, disse a jovem em entrevista à BBC. “Agora estou reagindo fortemente ao meu marido. Antes disso, eu tinha reagido ao meus pais e a outras pessoas. Mas ficou horrível quando chegou a Scott”, desabafou.
Johanna sofre de uma rara síndrome que a faz ser alérgica a quase tudo. Ela vive em um quarto selado na casa de uma amiga, enquanto a sua própria residência está sendo reformada para se adaptar às suas limitações.

Nenhum comentário:

Postar um comentário