Alamanaqueiras: ou não queiras.

Alamanaqueiras: ou não queiras.

terça-feira, 15 de novembro de 2016

São apenas funcionários públicos que chegaram aos seus cargos por concurso público, que não passaram por qualquer eleição.

   Fernando Molica


Ou seja, de acordo com a notícia, os caras podem, no limite, injuriar, caluniar e difamar - e nada vai acontecer com eles. Um cidadão comum (jornalistas, inclusive) pode ir preso caso seja considerado culpado de cometer um crime contra a honra. Já funcionários do Estado como juízes e integrantes do MP não correm qualquer risco. Qualquer um de nós poderá, amanhã, ser acusado sem provas ou evidências por um promotor. 



O sujeito poderá nos chamar de bandidos, acabar com nossas relações profissionais e pessoais. Um juiz também poderá condenar sem qualquer base. Anos depois, mesmo que sejamos absolvidos em alguma instância superior, nada acontecerá com os responsáveis pela destruição de nossas vidas e de nossas reputações.

Em nome do mais do que necessário combate à corrupção, a sociedade brasileira está colocando faca e queijo nas mãos de pessoas que são humanas como qualquer um de nós, que podem errar e, mesmo, tomar atitudes equivocadas ou movidas por sentimentos não muito nobres.

São apenas funcionários públicos que chegaram aos seus cargos por concurso público, que não passaram por qualquer eleição. Servidores que, com poucas exceções, não admitem qualquer discussão sobre o fim daqueles penduricalhos que levam seus salários para muito além do teto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário