Alamanaqueiras: ou não queiras.

Alamanaqueiras: ou não queiras.

quinta-feira, 23 de março de 2017

a única coisa séria que restou no país foi o 'carnaval', o futebol acaba de entrar para a lista de já not.

Maior jornal inglês recorda Galo x Fla pela Libertadores 1981: 'farsa'

Em confronto que acabou na eliminação alvinegra do torneio continental, equipe teve cinco jogadores expulsos pelo árbitro José Roberto Wright

Atlético x Flamengo
Jogo ficará para sempre marcado na mente dos alvinegros, que o qualificam como o 'maior roubo da história'
E
Em seção chamada 'The Knowledge', 'O conhecimento' em português, o jornal 'The Guardian', um dos mais importantes da Inglaterra, relembrou nesta quarta-feira a eliminação do Atlético na Libertadores de 1981, quando a equipe alvinegra teve cinco expulsos pelo árbitro José Roberto Wright no duelo com o Flamengo, no estádio Serra Dourada. Na ocasião, o jogo foi encerrado após longa paralisação. 
Para contar a história a um leitor que questionou a publicação sobre o ocorrido, o 'Guardian' recorreu ao livro 'Club Soccer 101', de autoria de Luke Dempsey, que qualifica o resultado como uma 'farsa'. 
"O árbitro José Roberto Wright lembra ‘uma atmosfera muito pesada', embora ele indubitavelmente tenha contribuído para a farsa que estava prestes a ocorrer", diz a publicação, que chamou todo o desenrolar do confronto até o seu término como "bizarro".

"O primeiro jogador do Atlético a receber o cartão vermelho, depois de só 20 minutos, foi Reinaldo após um carrinho inócuo em Zico; minutos depois, Éder o seguiu no túnel, tendo acidentalmente trombado com o árbitro enquanto corria para cobrar uma falta. Éder, compreensivelmente, caiu de joelhos aterrorizado pelo cartão vermelho", escreveu Luke Dempsey em sua obra. 
"Houve uma invasão de campo do banco do Atlético, e na confusão mais dois jogadores foram expulsos, Palhinha e Chicão. A polícia então foi para o campo. Aos 37 minutos o quinto e último expulso do Atlético, agora o defensor Osmar Guarnelli. Com só seis jogadores no time do Atlético, Wright não tinha escolha - a partida foi abandonada. O juiz foi embora, de cabeça erguida e orgulhoso, e o Flamengo foi declarado vitorioso", encerra a citação do livro 'Club Soccer 101'. 
Para o ex-árbitro José Roberto Wright, o responsável por tudo o que aconteceu no confronto foi o ex-presidente atleticano Elias Kalil, pai do atual prefeito belorizontino e ex-mandatário Alexandre Kalil. 
O duelo com o Flamengo no Serra Dourada era um desempate ao final da fase de grupos daquela Liberadores e terminou em 0 a 0. 
Tudo começou com Reinaldo, expulso aos 32 do primeiro tempo. Pouco menos de dois minutos depois, após encontrão no árbitro e reclamações, Éder também foi para o vestiário mais cedo. Com dois a menos, a confusão se formou. Chicão e Palhinha também foram expulsos por Wright. Para pôr fim ao duelo, os atleticanos começaram a planejar um cai-cai e conseguiram. Quando a partida foi reiniciada, o goleiro João Leite repôs a bola em jogo, chutando-a para a lateral. Na sequência, jogou-se no gramado. Irritado, Wright mandou o atleticano se levantar. Como não foi atendido, o juiz decidiu tirar o cartão vermelho do bolso e expulsar João Leite. Era o quinto expulso do clube alvinegro. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário