Alamanaqueiras: ou não queiras.

Alamanaqueiras: ou não queiras.
Artrópodes articulando.

sexta-feira, 11 de novembro de 2016

nunca tivemos tão mal na fita, seu Luís. estamos desmilinguindo...

Política industrial brasileira é condenada na OMC
Decisão obrigará governo a rever incentivos fiscais e IPI; decisão é um dos maiores golpes já sofridos pelo Brasil no órgão internacional.
Estadão





      
Luís Costa Pinto



Isso é o 3º Cavaleiro do Apocalipse, meus car@s: a OMC acaba de condenar a política de incentivos fiscais do Brasil, acenando com duras penalidades no comércio exterior. É um cavalo-de-pau na forma como se organizou o setor industrial brasileiro, que tem a boca torta de tanto fumar o cachimbo do paternalismo. As montadoras, sobretudo elas, mas também a indústria de eletrônicos, terá de se adaptar e planejar um mundo sem a chantagem de redução do IPI (que mascara grandes lucros e baixos investimentos em eficiência, pessoal e tecnologia). E por que é o 3º Cavaleiro do Apocalipse? Ora, porque Delfim Netto costumava dizer que o default brasileiro sempre vem com a combinação de ao menos três fatores - jamais um ou dois isolados. O primeiro, em minha opinião, é a Lava Jato que seguirá seu curso mesmo contra o vento e a maré que Congresso e plutocracia tentam fazer contra ela; o segundo foi a vitória de Donald Trump, que nos trouxe o anticlímax externo; e o terceiro é esse, que nos dará um desarranjo de investimentos muito grande (apesar de a atual equipe econômica estar alinhada com essa penalidade, porque também não vê incentivos com bons olhos. Mas tudo tem um preço.).

        

Nenhum comentário:

Postar um comentário