Alamanaqueiras: ou não queiras.

Alamanaqueiras: ou não queiras.
Artrópodes articulando.

sábado, 15 de outubro de 2016

Cai, cai, tanajura, na panela de gordura!

Prato típico do interior, formiga é vendida em comércios em Tremembé
Cerca de 100 gramas do içá é vendido por R$ 20 no mercado.
Captura é feita nesta época do ano, período de reprodução do inseto.

G1


A temporada de caça e comercialização do içá – formiga típica na culinária do interior - começou. Em Tremembé  (SP), uma porção de 100 gramas do produto pronto para o preparo é vendido por R$ 20. Os comerciantes celebram, além das vendas, a tradição do consumo da iguaria passada por gerações.

A captura das formigas saúvas, como também são conhecidos os içás, é feita nesta época do ano porque é o período em que acontecem as revoadas de acasalamento da espécie. Normalmente as formigas saem do formigueiro em dias de sol após a chuva.

José Eliseu Ribeiro costuma ir atrás do inseto nesta época do ano para preparar uma receita de família. “É muito saboroso, isso aí vem de tradição. Minha mãe sempre fazia, isso me lembra dela, então com a satisfação de lembrar dela fica muito mais saboroso”, contou o aposentado.

Além de preparar o alimento, José aproveita a temporada para conseguir uma renda extra. Ele explica que passa a tarde toda com os filhos indo atrás de formigueiros para capturar os iças. Cada garrafa PET cheia com o inseto é vendida por pelo menos R$ 120.

Alimento nutritivo

Além do sabor, o público que gosta de pratos a base de içá fazem refeições saudáveis. De acordo com a nutricionista Gabriela Junqueira, o inseto contém proteínas e um bom valor nutritivo. “Na verdade o içá se alimenta das flores, então ele tem bastante proteína vegetal. Ele tem minerais como cálcio, ferro e tem vitaminas do complexo B”, disse.

Nenhum comentário:

Postar um comentário