Alamanaqueiras: ou não queiras.

Alamanaqueiras: ou não queiras.

domingo, 30 de outubro de 2016

Ariano tinha um amor pelo Brasil como poucos.

  Renato Janine Ribeiro

Quem eu queria ter conhecido mesmo, de conversar, de ouvir, era Ariano Suassuna. Vi uma aula sua na abertura da SBPC do Recife. Ele não parava de falar e era um puro deleite. 



Até que o presidente da SBPC, preocupado com o horário, pediu delicadamente que ele encerrasse. Ariano pediu mil desculpas, parou. Eu o teria ouvido a noite toda.

(Reuniões anuais da SBPC costumam ter uns quinze oradores, na abertura. O que é bem chato.)

Outra vez o vi em Brasilia, no aeroporto, deitado no chão. Fosse outra pessoa, sentiria pena. Sendo ele, sabia que era o lugar mais confortável que tinha achado para alongar seu corpo - era um homem alto.

Sorte que há muitos videos dele no YouTube.

Tinha um amor pelo Brasil como poucos. Adorava nossa cultura. Tenho certeza de que vários jornalistas o achavam retrógrado. Eu o admiro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário