Alamanaqueiras: ou não queiras.

Alamanaqueiras: ou não queiras.

Playlist Almanaqueiras

sexta-feira, 12 de maio de 2017

colo de mãe

Colo de mãe

Abelardo Jurema Filho


Resultado de imagem para colo de mãe


- “Tenho as vezes vontade de ser novamente um menino. E nas horas do meu desespero gritar por você. Te pedir que me afague e me leve de volta pra casa. Que me conte uma história bonita e me faça dormir”.

Os versos do “rei” Roberto Carlos , contidos na canção Lady Laura, é uma homenagem a todas as mães do Brasil e do mundo, traduzindo o que falam os nossos corações quando pensamos naquela que nos deu a vida, que nos amamentou com o seu leite, que nos pôs no mundo através do seu ventre abençoado.

Maio, mês das mães, começa sob sua lembrança, doce e terna. Nascida em 7 de maio de 1922, dona Maria Evanise Pessoa Jurema, a dona Vaninha, era uma mulher valente, generosa e de desconcertante simplicidade. A primeira das sete filhas do coronel Oswaldo Pessoa, , educada nos melhores colégios, tratava a todos, indistintamente, com o mesmo respeito , consideração e humildade.

Mãe de oito filhos, com a responsabilidade de criá-los praticamente sozinha como esposa de um homem público comprometido com a coletividade, deu exemplos de superação durante o exílio do seu marido, encontrando forças para manter a unidade da família e não permitir que ela se dispersasse. 

Confidente dos meus erros, conselheira dos meus acertos, presença firme e incondicional ao meu lado, tinha sempre uma palavra para me orientar , a me estimular, a não me afastar de Deus e a acreditar em sua força onipotente. 

Ave Dona Vaninha! Na proximidade do Dia das Mães meu coração se volta para a senhora e para a grande saudade que carrego em meu peito que só é menor do que a alegria de tê-la tido ao meu lado todas as vezes que precisei do seu colo e da sua proteção.

Nenhum comentário:

Postar um comentário