Alamanaqueiras: ou não queiras.

Alamanaqueiras: ou não queiras.

quinta-feira, 3 de novembro de 2016

depois que desliguei a tevê o tempo se alargou, tenho tempo pra tudo, até para dormir. a música salva.


Ademir Assunção

Uma das coisas boas que me aconteceram na vida ultimamente foi recompor meu velho Gradiente três em um. Posso ouvir novamente discos em vinil. Como Alucinação, do Belchior. Nunca esqueci que é um grande disco.



"Palavra e som são meus caminhos pra ser livre,
e eu sigo, sim.
Faço o destino com o suor de minha mão.
Bebi, conversei com os amigos ao redor de minha mesa
e não deixei meu cigarro se apagar pela tristeza.
- Sempre é dia de ironia no meu coração.
Tenho falado à minha garota:
- Meu bem, é difícil saber o que acontecerá.
Mas eu agradeço ao tempo.
o inimigo eu já conheço.
Sei seu nome, sei seu rosto, residência e endereço."
Ouvir boa música, ler bons livros, escrever poemas chocantes, trocar ideias com os amigos e amigas, pirar e despirar, dormir bem. É o que sempre valeu a pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário