Alamanaqueiras: ou não queiras.

Alamanaqueiras: ou não queiras.
Artrópodes articulando.

sábado, 18 de fevereiro de 2017

Situação da Livraria Cultura assusta mercado editorial 

Painel das Letras 




A notícia de que Livraria Cultura e Saraiva estariam negociando uma fusão já teria assustado o mercado editorial por si só. Somada a fatos dos últimos meses, ela acentuou.

No segundo semestre do ano passado, editores ouvidos pela coluna estavam ressabiados com uma recontagem fora de época de seus estoques que a Cultura vinha realizando. Parecia um sinal de lojas fechando ou de uma possível venda da empresa a caminho.

Quase ao mesmo tempo, a empresa da família Herz -que costumava ter a reputação de melhor pagadora do mercado- anunciou que as vendas de agosto a dezembro só seriam pagas em janeiro deste ano.

Veio janeiro e os pagamentos não vieram ou vieram só em parte. Outros editores se viram obrigados a parcelar a dívida em longas prestações.

Procurada, a Cultura disse que é normal recontar seus estoques e que não está à venda. Em seguida, pediu à coluna para desconsiderar essa resposta e usar uma nova: nesta, reforçava a questão dos estoques, mas tirava a informação de que não está à venda.

Recife O "Suplemento Pernambuco", publicado pela Companhia Editora de Pernambuco, vai criar um selo literário, comandado pelo editor da revista, Schneider Carpeggiani.

Recife 2 O primeiro livro, a sair em março, é "Genealogia da Ferocidade", ensaio inédito de Silviano Santiago sobre "Grande Sertão: Veredas". No segundo semestre, virá o primeiro volume da série "Antologia Fantástica da República Brasileira".
Recife 3 A série é organizada por José Luiz Passos, que vai reunir e comentar textos dos séculos 19 e 20 importantes para a reflexão sobre a
República.
Salvador A Boto-Cor-de-Rosa, livraria independente de Salvador, também inaugura um selo literário, o ParaLeLo13S. Entre os livros de estreia, estão "Tipografia Oceânica", de Sarah Rebecca Kersley, e "Contos Ordinário de Melancolia", de Ruth Ducaso.
Rússia A editora 34 vai lançar um volume com os contos completos de Dostoiévski, com traduções direto do russo e textos ainda inéditos no Brasil.
Minas O Fliaraxá, na cidade de Araxá (MG), elegeu José Saramago como patrono. Em novembro, devem vir ao Brasil autores como Inês Pedrosa e Gonçalo Tavares, além de brasileiros a ser anunciados

Nenhum comentário:

Postar um comentário