Alamanaqueiras: ou não queiras.

Alamanaqueiras: ou não queiras.

quarta-feira, 2 de novembro de 2016

“todo mundo é capaz de dominar uma dor, exceto quem a sente”

DE PAI PARA FILHO



Enfrentar a doença de filhos dói além da alma, extrapola qualquer limite e atinge o fundo do peito. Com eles ficamos também doentes, mas dissimulamos para encorajá-los. Fingimos tão completamente que chegamos a disfarçar que não sentimos dor. Fingimos que possuímos super-poderes e até acreditamos nisso. Aparentamos enfrentar a dor com firmeza e valentia, chegando ao ponto de encará-la frente a frente, querendo que tudo seja passado para nós, livrando-os de todo o mal.

Antigamente, com você ainda criancinha, ralava o joelho e chegava uma virose, num simples passe de mágica, logo passava. Quando tudo parecia ruir, os pesadelos e medos surgiam, rapidamente eram afastados com um simples abraço, um carinho. Hoje, a coisa se complicou, tornou-se mais séria, grave:... Células do corpo geraram cópias defeituosas, que se infiltraram no organismo matando células sadias... detectadas a tempo, mil possibilidades de remissão.

Essa patologia não escolhe suas vítimas entre os mais ou menos favorecidos, velhos ou novos, ela cai em qualquer corpo, é democrática e sem preconceitos. Mata o esplendor da vida e se deixarmos ela nos MATA!

Pois bem. Temos a consciência de que Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos, que inexiste bem tão grande que Ele não possa conceder, nem males tão terríveis dos quais Ele não nos possa livrar. Não importa o tamanho do problema, a nossa força tem que ser tão grande quanto a nossa capacidade de esperar em Deus.

Ocorrem coisas na vida, que não entendemos o porquê ou para quê. Mas, quem somos nós para desvendar os mistérios de Deus. Só nos resta ficarmos tranquilos e confiar Nele, pois para tudo Ele tem um propósito.

Diante do quadro atual e independente de qualquer coisa, meu príncipe, eu estou aqui agora, ao teu lado. Tens meu amor, minha força, e todas as minhas orações voltadas pra você. 

A cada oração que fazemos, estamos mais perto de alcançarmos a graça que tanto suplicamos e, mais iminentes o socorro divino virá.

É, “todo mundo é capaz de dominar uma dor, exceto quem a sente”, dizia Shakespeare.

Para dominar uma dor é preciso ter fé. Se a nossa fé é fraca, ela nunca irá crescer se não formos desafiados de alguma maneira. Às vezes Deus testa a nossa fé, assim como Ele testou seu povo no passado, permitindo que passasse por tempos difíceis no deserto, para descobrir o que estava em seus corações, quais suas intenções.

Na verdade, ninguém aceita passar por momentos difíceis, assim como, Deus nem sempre, está por trás deles, mas Ele permite e pode usá-los para alertar acerca das nossas fraquezas. E quando isso acontece, precisamos da Sua presença, pedindo que nos fortaleça. A provação não é para nos destruir, mas sim para nos fortalecer espiritualmente. A prova da nossa fé produz perseverança.

Deus conhece o nosso sofrimento, ouve as nossas preces e certamente vai nos consolar. Ele enche de vida os seus filhos e toma sob sua proteção os que O procuram.

Diante do exposto, revestido da proteção de Deus, rogamos por discernimento, para suportar o infortúnio ora vivido. Coragem, coragem!   

Enfim, pedimos ao nosso Pai: “Entra na minha casa Entra na minha vida Mexe com minha estrutura Sara todas as feridas Me ensina a ter Santidade Quero amar somente a Ti Porque o Senhor é o meu bem maior Faz um Milagre em mim!”


JOHN CARTAXO

Nenhum comentário:

Postar um comentário