Alamanaqueiras: ou não queiras.

Alamanaqueiras: ou não queiras.

terça-feira, 22 de novembro de 2016

na minha definição de esposa a palavra amante é indispensável.

 
Elika Takimoto

Entrei numa loja de roupas íntimas e rapidamente aproximou-se uma vendedora perguntando se eu queria ver algo especial. Respondi com um sorriso debochado, pois, havia entrado numa loja que só vende um tipo de produto. Estou procurando calcinhas e sutiãs. Falei por falar, por impaciência, por TPM, por querer ficar logo sozinha de novo escolhendo mas, em seguida, ouvi:
- Sei. Mas a senhora quer ver coisas de esposa ou de amante?

Resultado de imagem para comprando lingerie

E lá vamos nós.
Quando os filósofos debatem um determinado assunto, antes que a discussão se inicie é um hábito senão uma necessidade definir algumas palavras que serão mencionadas a fim de evitar maiores confusões. A pergunta me paralisou por alguns segundos, pois, na minha definição de esposa a palavra amante é indispensável.

Lembrei-me, no momento da pergunta inesperada da vendedora, de um texto que havia preparado para dar de presente para a minha filha quando ela se casasse se é que isso vai acontecer um dia. O texto versava principalmente sobre casamento, mas também mencionava o que é ser, na minha opinião, uma esposa. Não vou reproduzi-lo na íntegra aqui porque ele é enorme. Citarei apenas uma parte.

"Nara, não há segredos para o casamento dar certo. Há muitas mentiras que acabam por nos enlouquecer caso acreditemos nelas. Falam, por exemplo, que casamento é um deus-nos-acuda, um deus-me-livre e até, agora veja, coisa de Deus. Ouve-se por aí ainda hoje que o amor é de família nobre e tradicional, enquanto o sexo vem da periferia e é chegado numa promiscuidade. Não é nada disso, querida. Nem tanto ao céu, nem tanto à terra.

Comecemos por entender que homem nenhum jamais irá pertencer a uma mulher e vice-versa, independente do papel que assine ou do tamanho do ritual que sacramentará essa união. Somos livres, Nara. Mesmo dentro de um casamento. E ficaremos ao lado da pessoa com quem casamos por livre e espontânea vontade caso queiramos nos deparar com a tal da felicidade com uma certa frequência.

Se você foi escolhida para compartilhar a intimidade com alguém é porque você foi a pessoa que conseguiu conhecê-lo com maior facilidade e que, portanto, será a primeira a ser requisitada para ajudá-lo, caso ele precise. Você será amiga, contudo, também será amante. E para que isso não signifique que você tenha dupla personalidade deverá ser romântica ao desempenhar esses dois papéis. Mesmo nos momentos do sexo despudorado, minha filha.

Casamento tem que ter um quê de brincadeira de criança embora seja imprescindível que haja maturidade. As características que marcam um relacionamento maduro são infinitas porque os casais sempre estão se reinventando, mas vou citar algumas para que você entenda o que quero dizer: o silêncio feminino na hora do jogo, o olhar carinhoso dele ao te ver dormir com uma camisa que ele adora, dançar só para ele (mesmo que ele caia na gargalhada toda vez que você tentar excitá-lo com isso), ganhar (e dar) a primeira colherada do sorvete, abrir uma cerveja num final de tarde de domingo mesmo sem ter os amigos em casa, ele tentar te fotografar enquanto você anda a cavalo, lingeries novas, …coisinhas assim que juntas e misturadas como se fossem uma coisa só são de suma importância. Fique atenta a elas. Muita gente as menospreza ou não lhes dão o devido valor.
(…)"

Olhei para a vendedora e mesmo com pouco conhecimento ao seu respeito tive uma opinião formada. Para me fazer essa pergunta tratava-se de uma pessoa completamente diferente e distante de mim. Diria até que vivia em outro mundo. Estava com pressa e evitei discussão:

- As de amante, é claro.
_______________________________________
Poderia ter terminado por aqui e deixado que todos acreditassem (como eu acreditei por alguns segundos) que, de alguma forma, eu tivesse algo a mais que a vendedora. Sabedoria, sensibilidade, paz no coração, sei lá. Porém, quando ouviu minha resposta ela rebateu imediatamente:

- É o que todas respondem. Por isso tenho orgulho de ser mulher.

Entre o preconceito e a ironia da vida, mais uma vez: ponto para o segundo.
__________________________________________
E para aqueles que querem saber se comprei algo muito ousado … nem tanto ao céu, nem tanto à terra. Afinal, entrei na loja à procura de um presente para a minha mãe. =]

Nenhum comentário:

Postar um comentário