Alamanaqueiras: ou não queiras.

Alamanaqueiras: ou não queiras.
Artrópodes articulando.

quarta-feira, 19 de outubro de 2016

para a pergunta abaixo: resposta instantânea.


Luis Felipe Miguel


Sinceramente, não vejo motivo para comemorar a prisão de Eduardo Cunha. O ex-presidente da Câmara já não tem mais uso para a reação - que, no entanto, continua a usufruir tranquilamente de seu legado. A prisão serve para o juiz Moro reafirmar sua imagem de justiceiro implacável. O fato de que venha agora, só agora, me faz suspeitar que um novo golpe virá em breve, talvez a prisão de Lula; por isso Moro está dando elementos para fortalecer um discurso de "imparcialidade".

Resultado de imagem para justiça cega

Cunha é um bandido. Tudo indica que desviou muito dinheiro, mas seus maiores malfeitos são o golpe e a imposição da pauta legislativa retrógrada. Sua prisão pode até ser merecida. Se tivesse ocorrido meses atrás, teria um significado. Mas, agora, não vai ajudar a fazer o Brasil ficar melhor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário